Entre em contato conosco através do Celular (34) 9 9112-5184 ou (34) 9 9908-9606

Tag: Pais

Meu filho não meu ouve, e agora????

Ouço muitas pessoas dizerem: “nossa o que acontece com as crianças de hoje?” e eu inverto essa pergunta: “O que acontece com os pais de hoje?”. Isso mesmo, e a resposta é simples, a rotina dos tempos atuais é tão corrida, que cada vez mais os pais estão mais distantes dos filhos, principalmente onde mais deveria estar perto: em casa.

O olho no olho está se perdendo cada vez mais, esta dando lugar a tecnologia. Nada contra a tecnologia, ela faz parte dessa geração, porem devemos ter consciência e saber usar ela de forma positiva e produtiva.

Então, como é tudo no automático, corrido, e a desculpa do tempo esta cada vez mais presente na vida de todos, os pais buscam praticidade. É muito mais fácil gritar lá da cozinha por exemplo, “a comida está pronta”, do que ir até onde a criança está e comunicar de forma calma e tranquila. Hoje as coisas precisam ser rápidas e funcionais, porém estão sendo inúteis na minha opinião. Temos hora para tudo,comer, dormir, acordar, trabalhar, menos para contato visual, para saber como foi seu dia. E como a criança aprende pelo exemplo, ela vai acostumando, aprendendo, que é muito mais fácil gritar, que é muito mais fácil entrar no automático para não escutar o vizinho pois esta com pressa, não pode escutar como foi o dia do filho pois esta na hora d banho.. e coisas assim, vão pensando como é com vocês! Temos a mania de que quando não nos interessa, a pessoa fala e nós entramos no automático e fingimos estar escutando, parabéns seu filho aprendeu! Mas ainda ta em tempo, o despertar da consciência pode apoiar a você estabelecer uma bela comunicação com seu filho.

Então senão quer uma CASA baseada no grito ou não quer falar sozinha primeira coisa é observar como você escuta o que seu filho tem a dizer. Depois vamos entender o que se deve fazer para restabelecer uma comunicação não violenta com ele, qual seria a melhor maneira? Não existe receita, existe uma busca constante para a melhor versão, então faça testes: abaixe a altura dele, mude a entonação da voz (não é gritar), caminhe até o encontro dele, toque ele enquanto conversa (tem crianças precisam do toque), teste, esse é o melhor segredo, afinal cada um é de um jeito.

 

Com carinho,

Verônica Dias

Master coach e mamãe da Luiza.

Ei, Papai você sabe o quanto é importante no desenvolvimento do seu filho?

O homem quando se torna pai, carrega a chance de ser o Mundo, força,segurança e a coragem. Sua presença na vida da criança pode fazer toda a diferença ,claro se ele desempenhar esse papel.

Hoje temos muitas mulheres que carregam a família, são forte e batalhadoras, mas a presença do pai pode fazer toda diferença na vida adulta da criança, como por exemplo a capacidade de enfrentar todo stress do dia a dia.

Vários estudos mostram que o pai desempenha papel fundamental na saúde mental do filho. E ele não representa só as qualidades citadas acima não, ele também entrega ao filho a Responsabilidade.

Sabe o que mais, o orgulho que a criança tem de querer se parecer com a mãe ou pai, quem transmite isso é o pai, pois vem da masculinidade, é a fonte de identificação que é imprescindível.

Muitos pais dizem a mim: “Não sou presente, pois trabalho demais” e eu pergunto: “O tempo que você está, você está presente”? Muitos dizem que sim, que brincam e rolam com as crianças. Isso é importante, PRESENÇA CONFIANÇA.

UM PAI consciente das suas possibilidades e que não se esquiva da suas responsabilidades mostra a coragem, a determinação, e que não tem medo de estender a mão em direção a uma mulher e pedir ajuda. Esse é verdadeiro pai, que não tem culpa, pois sabe onde é a sua responsabilidade, um pai que mesmo com 5 minutos brinca ou estuda consciente com seu filho.

Então papai EXIJA seu espaço. Aquelas mamães que não acreditam na capacidade do pai cuidar isso não pode acontecer, a figura masculina deve atuar em colaboração com a mãe, pode parar de ser super mulher e acreditar e confiar na capacidade que o pai tem, troquem opiniões, não desautorizem um ao outro e mais importante: PAIS RESPONSAVEIS E INTELIGENTES EDUCAM JUNTOS, COM AMOR, EXEMPLO E EQUILIBRIO.

 

Com carinho,

Verônica Dias

Master coach e mamãe da Luiza.

Pais separados? Como lidar?

A separação é um momento delicado para todos os envolvidos, pois há uma mistura de sentimentos que ninguém sabe explicar.

O que os pais precisam entender é que independente do que esteja acontecendo,  que agora antes de serem ou pensarem como homem e mulher, devem pensar como Mãe e Pai, que existe algo muito maior do que antes, e que um sentimento inexplicável agora tomou o lugar de uma paixão e de todas as emoções.

Não é fácil, pois as emoções tomam conta da cabeça do homem e da mulher, são magoas, raiva, sentimentos confusos, e então eu pergunto: Será possível esquecer isso e continuar uma conversa, construir juntos uma educação?

E a resposta é simples, SIM. Serão muitos desafios, mas quando compreenderem que existe algo muito maior, que é o amor que sentem pelo filho, e colocar isso acima de tudo, o bem estar e desenvolvimento da criança passam a ser um objetivo em comum. E com sabedoria e amor estabelecerão uma conversa.

A criança ela é adaptável  e com ela aprendemos a desenvolver essa competência, porem ela só aprende isso desde que haja tranqüilidade, amor, calma, e transparência acima de qualquer coisa.

As crianças têm medo de perder, o pai ou mãe, afinal agora é tudo novo para eles, e eles vêem assim, como perda, então sempre mostre ao seu filho através de conversas e atitudes que não está acontecendo isso, que vocês sempre serão pai e mãe dele, acontece o que acontecer.  Por isso, estabeleça comunicação com seu filho, explique sobre a rotina, mostre a ele que sempre estarão por perto, lembre-se AMOR E TRANSPARÊNCIA faz com que a criança desenvolva adaptabilidade e confiança.

Ah! Contenha suas emoções, não é fim do mundo ter pais separados, o que faz mal mesmo para seu filho é presenciar brigas, agressões seja ela verbal ou física, e isso é grande motivo para que seus filhos tem problemas psicológicos que irão refletir em todas as área da vida.

Coloque seu filho em primeiro lugar nessa relação e tudo será adaptável e feliz na vida dele.

Com carinho,

Verônica Dias – Master coach e mamãe da Luiza.